Reconhecendo sinais de autismo nas crianças


O autismo não se trata de uma doença, mas sim de um transtorno. O Transtorno do Espectro Autista (TEA) engloba diferentes condições marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico.


Trata-se de um espectro pois se apresenta de formas muito diferentes umas das outras, de graus leves aos mais graves, sempre relacionados com as dificuldades de comunicação e relacionamento social.


Nas crianças, as pesquisas mostram que o transtorno afeta mais os meninos do que as meninas e se instala nos três primeiros anos de vida, quando os neurônios que coordenam a comunicação e os relacionamentos sociais deixam de formar as conexões necessárias.


Confira alguns sinais que as crianças podem apresentar:


Dificuldade na interação social

A criança pode evitar não olhar nos olhos, não gostar de receber carinho e ter problemas para brincar com outras crianças, preferindo ficar sozinha.

Dificuldade de comunicação

A criança pode manter a mesma expressão facial e não entender as expressões e gestos das outras pessoas. Ela sabe falar e consegue ouvir, mas se mantém calada mesmo quando é chamada.

Alterações comportamentais

A criança pode sentir ausência de medo, mesmo em situações perigosas, e parecer não sentir dor. Também pode ter um olhar fixo na mesma direção por muito tempo, se mover para frente e para trás por muito tempo e mexer as mãos constantemente.



É claro que nenhum desses comportamentos são suficientes para confirmar o diagnóstico de autismo. Esse é um período em que as crianças estão desenvolvendo seus traços de personalidade. O ideal é sempre consultar o pediatra para fazer uma avaliação mais detalhada.


Esperamos ter ajudado!


Um beijo,

Redação Espevitados




47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo